Esta é sem dúvida uma tendência: sistemas de som sem fios, para criar através da música um ambiente especial por toda a casa. Ou vários ambientes, se o utilizador assim o preferir.

Experimentei duas colunas do sistema de áudio SoundTouch Wi-Fi, da Bose: a 10 e a 20. E aqui está o resultado.

 

PARA COMEÇAR

Desta vez começo por um ponto diferente: a configuração.

Para mim, e quase de certeza para uma boa parte dos utilizadores comuns, o maior problema destes sistemas de áudio sempre foi a sua configuração. Sobretudo quando se recorre à uma ligação Wi-Fi e não apenas à conexão através de Bluetooth. Normalmente, este primeiro passo é quase como um jogo de Sudoku que requer muita paciência e alguma habilidade ou conhecimento por parte do utilizador. O que nem toda a gente tem. Nem deveria precisar de  ter!

Tudo isso para dizer que este foi o sistema de configuração mais fácil e intuitivo que até agora experimentei. Fácil de configurar, fácil de gerir seja com smartphone, tablet ou PC, ou tudo ao mesmo tempo. Este é um verdadeiro plus!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A APLICAÇÃO

Ligações estabelecidas, passemos aos equipamentos. O SoundTouch Wi-Fi 10 é a opção de menores dimensões da série. Tem um design discreto e, sem ser espetacular, encaixa perfeitamente em qualquer ambiente, sem chamar atenção para o seu aspeto mas a valorizar as suas qualidades de reprodução áudio, que é o que interessa. Esteticamente, o seu irmão, o SoundTouch Wi-Fi 20, é ligeiramente diferente, com um pouquinho mais de estilo mas igualmente discreto. Ambos estão disponíveis nas versões preta e branca. Experimentei os pretos.

Estas colunas podem funcionar independentes uma da outra ou associadas entre si de forma a reproduzir a mesma música em diferentes zonas da casa ou do espaço em que estão a ser utilizados. Para administrá-las está disponível uma app que, sem ter também um design fora do vulgar, tem uma coisa muito mais importante: funciona lindamente! E a partir do momento em que percebemos o seu funcionamento (o que não demora muito), conseguimos operá-la fácil e intuitivamentea partir de vários dispositivos, como já disse, sem que isso provoque bloqueios ou mau funcionamento.

Instalada a aplicação, smarphones, tablets e PCs transformam-se em comandos à distância destes equipamentos. Convém lembrar que o tanto o SoundTouch Wi-Fi 10 como o 20 trazem o seu próprio comando à distância. 

 

 

EM AÇÃO

Os dois dispositivos foram desenhados para fazer streaming de música a partir de variados serviços online como Spotify e Deezer, assim como de rádios (nacionais e estrangeiras) na Internet e, claro, da nossa coleção pessoal de músicas.

Ambos os equipamentos possuem 6 teclas numeradas na sua parte superior para que o utilizador possa programar as suas opções preferidas.

SoundTouch Wi-Fi 10 e 20 têm uma qualidade de som similar. Claro e potente, o som ganha definição à medida que o volume sobe.

Este slideshow necessita de JavaScript.

PARA ENCERRAR

O saldo é positivo tanto na qualidade de som quanto na facilidade com que navegamos por todas as opções do sistema e conseguimos utilizar todos os recursos que a Bose põe à disposição do utilizador.

Esperava que um dos modelos, provavelmente o menor, contasse com uma bateria própria para poder ser levado para o exterior ou para outros pontos onde não há acesso à eletricidade. Talvez este seja o único ponto menos positivo a destacar. Os preços também são apimentados – 249,99 e 439,99 euros respetivamente – mas pelo menos há qualidade em troca.