Fico nas nuvens cada vez que consigo fazer coisas novas, supostamente impossíveis ou que poucos conseguem fazer. Com Zowi, da BQ, foi assim! Definitivamente este é um brinquedo incrível. E por trás deste arzinho querido e inofensivo, este pequeno robô azul traz um mundo totalmente novo por descobrir. Vamos a isso!

PARA BRINCAR

Eu diria que este é um brinquedo a dois ou três níveis. O primeiro nível é divertido e educativo. Este robô é muito fácil de operar e quando associado à sua aplicação não só oferece diversos jogos e ideias de brincadeira, como ensina o porquê de cada coisa. ‘Por que razão o Zowi é capaz de parar quando tem um obstáculo à frente’ ou ‘como funciona o seu centro de gravidade’, por exemplo.

Só com estas opções já há bastante que fazer. Mas esta é a ponta do iceberg. E convém ir ao cerne da questão.

 

 

PARA SACIAR A CURIOSIDADE

No material que Zowi traz consigo, há uma carta do fabricante que aconselha os pais a deixarem que as crianças explorem o brinquedo ao máximo, mesmo que isso implique desmontá-lo!

Na sua caixa, o robô traz duas ferramentas à medida para fazer exatamente isso. Não é preciso medo: há instruções em papel e vídeos (através da aplicação ou diretamente no site) que auxiliam tanto na desmontagem como na remontagem.

Ver o interior do brinquedo permite descobrir a placa e os sensores que a ela estão associados. Pode parecer uma grande confusão. Mas a pouco e pouco tudo começará a fazer sentido.

Este slideshow necessita de JavaScript.

PARA APRENDER A PROGRAMAR

Para mim, o grande desafio (e a parte mais divertida) foi passar para a fase de programação, que é o terceiro nível de possibilidades que este robô criado pela BQ oferece. A primeira lição vem da persistência. E aí, se não estou enganada, os primeiros a retirar ensinamentos são os pais. Chegar a esta fase requer exploração e um pouquinho de tempo. Quem resistir à tentação de dizer que ‘não tem tempo para estas coisas’ ou ‘não tem jeito para isso’ há de colher doces frutos… e ensinar mais qualquer coisa aos filhos.

Na página do Zowi há uma zona sobre projetos com várias ideias e possibilidades. Entre elas está a de programação através da ferramenta Bitbloq. Ao entrar nesta opção, o utilizador tem acesso às indicações passo a passo do que fazer para começar. É simples, claro e um excelente ponto de partida para aprender como trabalhar com a linguagem Arduíno. O vídeo mostra como é fácil.

 

 

PARA TERMINAR

Este é um brinquedo para pais e filhos (crianças a partir dos 8 anos). Educativo, sim, mas muito divertido. Criado por uma empresa preocupada em aproximar os mais jovens ao mundo da tecnologia. E com isso, aproxima também pais e professores. Gosto disso!