A Canon apresentou as suas novidades para fotografia para a próxima estação. Levou-nos a explorar os subterrâneos de Lisboa e descobrir como era o abastecimento de água no século XVII e XIX Como companhia tive uma PowerShot G7X MarkII. E juntas vimos a luz no fim do túnel.

As marcas fazem sempre o seu melhor para criar um ambiente especial para revelar aos bloggers e à Imprensa as suas novidades. Umas são mais bem-sucedidas do que outras. A Canon tem tido o dom de acertar sempre e, talvez por já termos tido tantas experiências em conjunto, cada evento transforma-se em mais do que uma simples apresentação de produtos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Adoro ver a energia das novas marcas, cheias de garra para conquistar o seu lugar ao sol. Mas ouvir o que as mais maduras como a Canon têm a revelar, faz-me parar e pensar na minha própria vida. Da exuberância de dezenas de produtos que a marca costumava apresentar duas vezes por ano, desta vez (assim como na vez passada) o leque de novidades foi mais reduzido. É preciso focar, sem nunca descansar sobre os louros já conquistados. E tal como milhares de pessoas procuram novos caminhos para conseguir manter-se no mercado de trabalho, a marca também revê a sua estratégia e descobre que para além de fazer produtos de qualidade superior é preciso fazer os produtos que as pessoas procuram. E o que as pessoas procuram nos tempos que correm é fazer boas fotos sim, mas poder partilhá-las imediatamente nas redes sociais ou com as pessoas que mais lhes interessam. E é isso que vemos nos lançamentos apresentados: novidades com qualidades técnicas esperadas, mas todos capazes de estabelecer ligação com o smartphone, a impressora ou outros dispositivos, com um simples toque, sem fios e sem procedimentos complicados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A POWERSHOT G7X MARKII, UMA PEQUENA FERA

Não me deixei enganar pelo seu ar inocente de câmara compacta de bolso. É compacta sim, mas com alma premium, qualidade de imagem profissional e capaz de gravar filmes em HD.

Para começar e porque é a primeira coisa que vemos, está o seu visor desdobrável, que permite tirar fotos em qualquer posição, das selfies ao teto, sem ter de apostar na sorte ou fazer contorcionismo.

Depois, e mais importante, o processador DIGIC 7. A PowerShot G7X MarkII é a primeira a incorporar este processador, que ainda lhe dá mais poder de processamento de imagem, Auto Focus super-rápido, permitindo focar facilmente objetos em movimento e qualidade de imagem mesmo com más condições de luminosidade. Foi, sem dúvida, uma excelente companhia tanto pelas galerias subterrâneas escuras como no jardim à luz do dia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

AS DEMAIS NOVIDADES

Entre as demais novidades destacam-se EOS-1D_X_Mark_II, a nova DSLR bandeira da empresa, projetada para colocar a derradeira combinação de qualidade de imagem, resolução e velocidade na palma da sua mão, e a EOS 80D 18-135mm, uma DSLR poderosa e totalmente equipada que oferece tudo o que é preciso para aperfeiçoar as técnicas de fotografia e vídeo. Perfeita para entusiastas que adoram experimentar diferentes estilos, a câmara é altamente personalizável e fotografa com velocidade e facilidade excecional. E vem com a nova objetiva ‘para toda a obra’ – a EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS USM.

A EOS 1300D, por sua vez, é a câmara ideal para uma introdução na fotografia DSLR. Possui um sensor de 18 megapixéis e uma vasta gama de funcionalidades que ajudarão a capturar fotografias impressionantes e filmes cheios de criatividade. Com e manuseamento simples, inclui Wi-Fi e NFC Dinâmico .

A PowerShot SX540 HS inclui incríveis capacidades de fotografia em pouca luz e controlo criativo total para a melhor utilização possível do seu poderoso zoom ótico de 50x e da objetiva ultra grande angular. E a PowerShot SX420 IS oferece um impressionante zoom de 42x, sensor de 20 megapixéis e processador DIGIC 4+, assim como uma variedade de funcionalidades criativas automáticas e simples.

Por outro lado, a PowerShotSX720 HS, é a câmara superzoom mais fina e poderosa da Canon. Combina um sensor CMOS de 20.3 MP com um processador DIGIC 6.

Por fim, as compactas point and shoot IXUS 175 e IXUS 180 e a pequena impressora SELPHY CP1200, compacta, elegante e portátil capaz de imprimir diretamente da câmara ou do dispositivo móvel.