Uma imagem vale mais do que mil palavras e uma câmara fotográfica superior num smartphone de topo pode fazer toda a diferença. Pelo menos, no momento, esta tem sido a aposta dos maiores fabricantes de telemóveis do mercado. É o caso da Huawei com o seu P9, que acaba de chegar às lojas portuguesas. Tive com um nas mãos por alguns dias. Falei, fotografei, naveguei na Internet e perdi-me pelas redes sociais. Quer saber o que eu achei? Recoste-se e relaxe, que eu vou começar a contar.

Quantas vezes vou ter de dizer que fotografia não é o meu forte? Já disse umas tantas e hei-de repetir outras mais. Acho mesmo que o grande desafio destes equipamentos que experimento é o de levar a que poucos percebam que eu percebo pouco ou nada da arte de fotografar. Mas porque lá no fundo de qualquer um de nós há o gosto de registar o momento e de fazê-lo deforma inesquecível, uma boa câmara pode fazer milagres. E a câmara fotográfica é o ponto alto deste smartphone. Mas agora o que interessa é a minha experiência com ele: o P9, da Huawei. Vamos lá.

PARA COMEÇO DE CONVERSA

À primeira vista, o P9 mostra que pertence à sua família. Tem um design semelhante ao do seu antecessor, o P8, com linhas simples e elegantes, e acabamentos de qualidade. A novidade fica por conta da parte traseira. A textura do metal mate é agradável ao tato e dá um ar luxuoso ao equipamento, o leitor de impressão digital traz boas notícias (o seu antecessor não tinha), e é aí também que está a grande estrela do dispositivo, ou melhor estrelas (no plural por que são duas): a câmara de objetiva dupla da Leica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

EM AÇÃO

Ao vê-lo semelhante ao seu antecessor pensamos que o P9 não traz nada de novo. Grande engano. Está mais rápido e eficiente, graças ao seu processador HUAWEI Kirin 955 (64-bit), Octa-core. A marca consegue também a cada edição melhorar o seu interface EMUI 4.1. E, para completar, a bateria do P9 ganhou mais tempo de autonomia com os seus 3000 mAh e uma recarga mais rápida e eficiente, graças à entrada USB tipo C. É verdade que não suporta os carregadores tradicionais, mas isso vai durar pouco. Em breve todos caminharão para ter a mesma porta.

STRIKE A POSE

Chegou a altura de falar da câmara. Duas objetivas, como são dois os nossos olhos. A ideia é dar asas ao artista que existe em nós, com um equipamento profissional mas que pode facilmente ser operado por amadores, com resultados excelentes.

E o princípio de toda boa câmara são as lentes. Neste caso são assinadas pela renomada Leica. Mais luminosidade e claridade, e melhores resultados nos extremos, ou seja com pouca luz ou com excesso de luminosidade. Capacidade de dar mais profundidade às imagens, uma grande nitidez e a possibilidade de fazer fotografias a preto e branco com altíssima qualidade.

Para além de permitir a utilização com comandos totalmente manuais, a câmara do P9 permite ainda que as fotos sejam feitas de forma profissional em ficheiros RAW, sem compressão, para tirar máximo partido na hora da edição. As funcionalidades e efeitos são mais que muitos, mesmo para quem utiliza a câmara em automático. Vale a pena dedicar algum tempo para explorar tudo o que é possível fazer. Vai aprender muito e encher os olhos (seus e dos amigos) com os resultados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

PARA TERMINAR

Para além destas características, o Huawei P9 conta com sensor de impressão digital eficiente, destinado a funções como desbloquear o ecrã, ver o menu de notificações, disparar a câmara fotográfica e procurar imagens na biblioteca.

O dispositivo mantém ainda algumas das melhores funcionalidades do passado, como o sensor touch para o nó dos dedos, que permite selecionar imagens ou informações que estão no ecrã para guardar ou partilhar (veja no vídeo).

Uma boa notícia é que aos produtos Premium, a Huawei assegura uma garanta Premium. Quer isto dizer que proporciona mais 1 ano após a expiração da garantia standard de 2 anos; dá 3 meses de garantia de quebra de ecrã após a compra, e oferece substituição de equipamento se nos 3 primeiros meses após a compra o dispositivo original desenvolver qualquer falha de hardware.

Em Portugal o Huawei P9 estará disponível nas cores Titanium Grey e Mystic Silver, e desbloqueado terá um preço de 599 euros.

IMG_20160504_171612

ESPECIFICAÇÕES

  • Tamanho – Altura: 145mm, Largura: 70.9mm, Profundidade: 6.95mm Peso: Cerca de 144g
  • Ecrã – 5.2″ FHD, 2.5D; 1080p (1920 x 1080); 16.7M cores
  • Processador – HUAWEI Kirin 955 (64-bit), Octa-core (4 x 2.5 GHz A72+ 4 x 1.8 GHz A53)
  • Sistema operativo – Android  6.0
  • Memória – EVA-L29: 4GB RAM + 64GB ROM; EVA-L19/EVA-L09: 3GB RAM + 32GB ROM
  • Conectividade – Wi-Fi 2.4G/5G, a/b/g/n/ac com suporte directo Wi-Fi;  BT4.2, suporte BLE; USB Tipo C (USB de alta velocidade)
  • Câmara – Câmara traseira de 12MP, F2.2 Leica, com BSI CMOS e Flash LED de dupla tonalidade | Câmara frontal de 8MP, F2.4
  • Bateria – 3000mAh