Se há uma artista que sempre gostou de estar em cima do acontecimento no que diz respeito à tecnologia, é Lady Gaga. E foi assim na apresentação que fez na noite dos Grammy Awards, em que homenageou David Bowie numa produtiva parceria com a Intel. Veja aqui tudo o que foi feito, as imagens dos bastidores desta criação e o produto final, claro!

Ela já chegou a voar numa espécie de drone, já usou um vestido que soltava bolas de sabão e agora deu animação extra à sua atuação. Nesta inovadora parceria com a Intel foi possível ver:

Lady Gaga na noite dos Grammy Awards

DIGITAL SKIN

Uma “face animada” foi criada para Lady Gaga, permitindo-lhe vestir um número de personagens icónicas numa só performance em tempo real. Os processadores de maior desempenho da Intel foram utilizados durante o desenvolvimento da performance, captando com exactidão os seus movimentos faciais, à medida que a “maquilhagem digital” era adaptada e aparecia na sua face instantaneamente através dum projector, alimentado por um desktop baseado num processador da 6ª Geração Intel Core;

 

VÍDEO INTERATIVO

Lady Gaga teve o poder para controlar a forma como aparecia numa bela parede LED . O seu anel, baseado num módulo Intel® Curie™, gerava os efeitos em tempo real, enquanto ela rodopiava e animava os seus pulsos e braços, à medida que servidores de media baseados num processador Intel Xeon geravam o conteúdo ao vivo;

 

ROBÓTICA

O espectacular piano dourado e rosa de Gaga ganhou vida graças a três braços robóticos, potenciados por três processadores Intel® Atom™, começando a dançar como um só, adicionando um efeito dinâmico inesperado a um instrumento que, tradicionalmente, não recebe movimento algum;

 

HOLOGRAMAS INTERATIVOS

Uma combinação inovadora, entre o seu anel baseado na tecnologia Intel Curie e em displays holográficos, permitiu que Lady Gaga gerasse um belo holograma tridimensional de David Bowie.