É todo um novo mundo no que diz respeito à fotografia. O que a Lytro Illum faz é completamente diferente do que as tradicionais câmaras, analógicas ou digitais. E a marca norte-americana que a produz quer alargar horizontes. Em Portugal começa a ser vendida em Junho.

Mas o que faz desta uma câmara diferente das demais? Galardoada com o prémio da TIPA (Technical Image Press Association) de melhor inovação de 2015, a Illum é a segunda câmara da Lytro e foi concebida para aproveitar toda a capacidade do “Campo de Luz”. Ao capturar a cor, intensidade e direção de cada raio de luz que flui dentro da câmara, ela regista uma grande quantidade de informação visual e assim oferece ao fotógrafo a oportunidade de recriar vistas e cenas num patamar verdadeiramente único.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O sensor recolhe informações visuais de todos os planos – primeiro plano, plano intermédio e plano de fundo. As variadas possibilidades de foco ficam registadas, fazendo com que as imagens pareçam ter vida. Basta passar o rato e clicar sobre cada plano para ver cada um deles como principal. Experimente fazê-lo nestas imagens abaixo, ou toque na seta ‘Play’ para que as variações apareçam automaticamente:




A plataforma de software associada à Lytro Illum tem também um papel fundamental no resultado final da fotografia, pois permite que o fotógrafo ajuste todos os aspetos da imagem gravada – incluindo o ponto de focagem, a perspetiva, a inclinação e a profundidade de campo. Isto dá asas quase ilimitadas à criatividade.

A câmara possui ecrã táctil, assim como Wi-Fi, para comunicar com o smartphone, tablet ou computador, e ligação USB 3.0. A Illum terá um preço sugerido de € 1299 e estará disponível em Portugal, Espanha e Andorra numa distribuição exclusiva da Rodolfo Biber, SA.

Crédito de imagens: Todas as fotografias e o vídeo são propriedade da Lytro, Inc.