Desta vez chegou às minhas mãos para ser experimentada a TalkBand B1, da Huawei. Este wearable é uma pulseira que monitoriza a atividade e o sono do utilizador, mas que traz uma funcionalidade extra que a torna distinta da grande maioria.

Este é um monitor para usar durante a prática desportiva, a dormir e mesmo ao longo de todo o dia. Sendo que pode ser um excelente aliado se cada vez que o telemóvel toca perde imenso tempo a tentar encontrá-lo na carteira. É que quando recebe uma chamada, a pulseira vibra, mostrando o número que está a tentar contactá-la. Se quiser atender, o mostrador transforma-se num auricular e pode ser encaixado perfeitamente ao ouvido.

Mas vamos descobrir passo-a-passo esta e outras funcionalidades deste equipamento.

 

Wearable. TalkBand B1, da Huawei

Para começar

A caixa é simples e traz apenas a pulseira, as instruções e adaptadores para o auricular. A pulseira está disponível em dois tamanhos – S e L – e aconselho que verifique se está a levar um que se adapte ao seu pulso. Isto pode fazer toda a diferença. Se estiver apertada será insuportável e se for demasiado grande tornar-se-á incómoda.

A pulseira é flexível e fácil de fechar. É leve, mas o auricular aumenta dimensões e faz com que a pulseira se assemelhe a um relógio de formato retangular. É à prova d’água (pode ser mergulhada a uma profundidade de um metro por 30 minutos) e de pó.

Emparelhar é fácil, mas requer uma app que recolhe dados, cria gráficos e também mantém o telemóvel associado ao wearable. Importante, quando nos afastamos demais do aparelho a pulseira avisa a vibrar e a mostrar o símbolo da ligação Bluetooth. Pode ser, portanto, uma boa prevenção antirroubo ou… anti-esquecimento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Em ação

Poder atender uma chamada sem ter de recorrer ao smartphone é um aspeto positivo. Para o fazer, basta premir um botão na pulseira para soltar o auricular, premir o botão no auricular para atender a chamada enquanto o encaixamos o acessório no ouvido. A operação não leva mais do que alguns segundos. Depois, é só encaixá-lo novamente à pulseira e seguir em frente.

Para além desta possibilidade de ser usada como auricular, a pulseira mostra a hora, o número de passos dados, as calorias queimadas e tempo útil de sono. A app sincroniza automaticamente com a pulseira quando a abrimos. E ali toda a informação recolhida é apresentada. Vemos quantos passos demos, o tempo que estivemos a nos movimentar, a distância que equivaleram estes passos. A aplicação mostra-nos ainda as calorias consumidas e ao que elas correspondem, por exemplo, as poucas calorias que queimei num dia de pouca atividade equivaliam às de um pepino.

Gráficos mostram a atividade ao longo do dia, permitindo vermos quando é que estivemos mais ativos. Podemos também fazer uma observação mais alargada através dos gráficos mensais. Os gráficos do sono são semelhantes, podemos ver como foi numa noite – quantas horas de sono profundo, quantas de sono leve e quanto tempo demorámos a despertar – ou fazer uma comparação ao longo das demais noites do mês. A pulseira também tem despertador inteligente, que, dentro do horário que pretende despertar, procura o momento em que o sono está mais superficial, de forma que o despertar seja natural e harmonioso. No meu caso tocou sempre quando já estava praticamente acordada.

A bateria dura cerca de 6 dias com uso normal, cerca de 7 horas de conversação e 14 dias se utilizada em stand by. Para recarregar basta levantar uma capinha que reveste o terminal USB e encaixá-lo em qualquer computador.

Para encerrar

A pulseira cumpre os seus objetivos. É de utilização intuitiva e apresenta uma leitura fácil dos dados. Como aspeto positivo destaco o auricular destacável e o facto de ser à prova d’água. A faceta menos brilhante será, por acaso, também o auricular, uma vez que torna a pulseira menos ergonómica.

Este slideshow necessita de JavaScript.