O vestido voador de Lady Gaga

É o primeiro vestido que literalmente voa, mas, mais do que um vestido, para a Monster Mama, este é um veículo. E naquela noite em que lançava o seu novo álbum Artpop era também uma metáfora. “Quero fazer de hoje algo mais importante para mim, e isto é a juventude mundial. (…) Este vestido é essencialmente uma metáfora. Hoje eu serei o veículo das suas vozes”, disse a cantora à Imprensa.

 Branco, movido a bateria, com turbinas e um corpete com generosas formas femininas, chama-se Volantis e foi desenhado por Nancy Tilbury, diretora criativa do Studio XO, e a sua equipa, em colaboração com a TechHaus a divisão tecnológica da Haus of Gaga. Foi nele que a cantora ensaiou um pequeno voo no grande evento realizado em Nova Iorque  que contou ainda com a estátua gigante de Lady Gaga de autoria de Jeff Koons,  obras de outros artistas como Marina Abramovic, Inez & Vinoodh and Robert Wilson, e apresentação ao vivo de algumas faixas do novo álbum.

Os vestido excêntricos já começam a ser tradição nas aparições públicas de Lady Gaga. Em Setembro, no final do iTunes Festival a cantora apareceu com o vestido Anemona, uma fábrica ambulante de bolas de sabão, também criado pela Studio XO.

O vestido bolha de Lady Gaga